[Filme] Pequeno Demônio

07:00


Em Pequeno Demônio, temos uma comédia de terror  dirigida e escrita por Eli Craig (diretor de Zumbilândia) onde o Gary (Adam Scott - Big Little Lies e The Good Place) acaba de se casar com Samantha (Evangeline Lily - Homem Formiga), a mulher dos seus sonhos. Ela é mãe solteira e logo no início ele tenta se aproximar do filho da esposa, Lucas (Owen Atlas), no objetivo que se tornar o "padastro legal" tentando estabelecer uma relação saudável de "pai e filho", mas o que ele não esperava é que o menino fosse o próprio anticristo.


O garoto apresenta um comportamento muito esquisito para uma criança de 6 anos e quase não fala. Se comunicando algumas vezes apenas através de um fantoche de bode.

O filme brinca bastante com a temática dos filme de terror sobre anticristo e fala de crianças como se elas por si só já fossem capazes transformar a vida das pessoas em um inferno. Sendo assim,  após algumas tentativas frustradas de se aproximar do menino e um incidente bem estranho na escola, Gary acaba indo a um grupo de terapia para padastros já que o psicólogo da escola simplesmente acredita que o comportamento macabro do garoto é apenas devido a ter uma nova pessoa em casa.

A comédia do filme se agarra a naturalidade que os personagens encaram as ocorrências bizarras relacionadas ao garoto como se fosse apenas uma criança com mal comportamento ou que tenham soluções práticas escritas em livros mesmo que sejam situações de chuva de sangue, desastres naturais e manipulação de pessoas. Principalmente pelo fato da mãe ingênua constantemente se chatear por achar que Lucas é apenas uma criança e que pode resolver algumas atitudes macabras do filho apenas o deixando de castigo e as reações de Gary diante de situações absurdas. O filme também tem referências diretas a filmes como A profecia, O iluminado, As crianças do milharalPoltergeist. Gary acaba se tornando responsável em proteger a criança e impedir o Apocalipse para poder preservar seu casamento.



Também temos personagens secundários interessantes e engraçados como a amiga lésbica do Gary e os outros amigos do seu grupo de terapia para padastro e o responsável pela filmagem do casamento. Os efeitos visuais não são marcantes e a trama sofre um pouco com a mudança repentina no relacionamento de Lucas e Garu, mas devido a proposta do filme não incomodam e nem atrapalham a experiência.

O filme cumpre o que se propõe tornando-se uma sátira engraçada e divertida para aqueles que apreciam filmes de terror e comédia e também é uma excelente alternativa para o público que teme o gênero de terror.

Confira o trailer:



Acompanhe nossas redes sociais
Biblioteca da RôFacebook  | Instagram | Skoob Twitter Youtube 
Aquela Geek: Facebook | Instagram | Twitter Youtube





Criadora do Aquela Geek e canal Biblioteca da Rô.
Biomédica e apaixonada por livros, séries e filmes.


You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook