Wizards of the Coast irá testar novas regras de Mulligan para Magic: The Gathering! Entenda.

06:00


Neste final de semana ocorreu o primeiro Mythic Championship, antes chamado de Pro Tour, um torneio de formato Padrão, com 16 rodadas, sendo 6 de Booster Draft e 10 de Decks Construídos, organizado pela Wizards of the Coast contando com apenas jogadores convidados. O torneio foi vencido por Autumn Burchett, que pilotou com maestria um Mono Blue Tempo.

//Creatures
4 Merfolk Trickster
1 Mist-Cloaked Herald
4 Pteramander
4 Siren Stormtamer
4 Tempest Djinn

//Spells
1 Chart a Course
4 Curious Obsession
4 Dive Down
1 Entrancing Melody
2 Essence Capture
1 Negate
4 Opt
3 Spell Pierce
4 Wizard's Retort

//Lands
19 Island

//Sideboard
SB: 2 Deep Freeze
SB: 1 Disdainful Stroke
SB: 3 Entrancing Melody
SB: 1 Essence Capture
SB: 1 Island
SB: 1 Jace, Cunning Castaway
SB: 3 Negate
SB: 3 Surge Mare
Contudo, também há uma grande expectativa quanto à segunda edição do mesmo torneio, que ocorrerá em abril: Mythic Championship II. Esse torneio ocorrerá na semana do pré-lançamento de War of Spark, fazendo com que a segunda edição do Mythic Championship seja disputada em formato Moderno. Nesse torneio será testada uma nova regra de Mulligan, que atualmente funciona da seguinte forma: o jogador pode rejeitar a mão de abertura e comprar a mesma quantidade de cartas menos uma. Ao decidir manter a mão, se possuir menos que 7 cartas, o jogador poderá olhar a carta do topo e decidir se irá coloca-la no fundo do grimório ou não.
A nova regra de Mulligan, também chamado de London Mulligan, funcionaria diferente. Quando você optar pelo Mulligan pela primeira vez, ao invés do jogador comprar apenas 6 cartas, ele comprará 7 e então colocará 1 carta da mão à sua escolha no fundo do grimório. Se for a segunda vez, o jogador colocará 2 cartas no fundo do grimório, em qualquer ordem. Em resumo, o jogador sempre comprará as 7 cartas, mas poderá escolher quais irão para o fundo do grimório.
O primeiro impacto visível será a redução de jogos perdidos por falta de sorte na mão inicial, porque em um baralho bem montado, a cada 10 mãos iniciais, 8 ou 9 são mãos jogáveis. Essa probabilidade é reduzida cada vez que se compra menos cartas na mão inicial e raros são os jogadores que utilizam o Mulligan mais do que 2 vezes porque as probabilidades de haver mãos jogáveis são reduzidas consideravelmente. O London Mulligan traz a possibilidade de mãos iniciais manterem a probabilidade de serem jogáveis assim como uma mão com 7 cartas.
Utilizando como o exemplo o Red Deck Wins, baralho conhecido dos jogadores de MTG Arena, para fazer um comparativo entre as duas regras de Mulligan.


Seguindo o London Mulligan, essa seria uma boa mão inicial para um primeiro Mulligan e uma mão jogável até o terceiro Mulligan! Com as regras atuais, se houvesse um terreno a menos nessa mão, um jogador dar keep seria um movimento arriscado que poderia lhe custar o jogo caso não fosse possível achar o segundo terreno. Portanto, ver mais cartas é sempre melhor.

Entretanto, como nem tudo são flores, há os argumentos contrários a implementação dessa nova regra, porque favoreceria baralhos de combo e baralhos inconsistentes, além de favorecer o Mulligan para achar um card específico do sideboard que é extremamente efetivo naquele jogo.
Supondo que um jogador possua 4xGuarda de Honra do Tocatli no baralho e queira começar com pelo menos uma carta dela na mão porque está enfrentando um baralho no qual essa carta é um hate muito forte. Suas chances de encontra-lo na sua mão inicial são:

Quant. Mulligan
% Regra Atual
% London Mulligan
0
39,95%
39,95%
1
61,06%
63,94%
2
72,76%
78,35%
3
79,48%
85,96%


Por fim, qualquer mudança de regra costuma mudar completamente a dinâmica do metagame, principalmente uma que molda o início de jogo dos baralhos. E esse é só um exemplo para ilustrar que o Mulligan se tornaria mais frequente, mas não apenas pelo aumento das chances de encontrar a carta desejada, mas pelo risco reduzido de se deparar com uma mão terrível. Enquanto o London Mulligan poderia fazer com que decks inconsistentes que necessitam de poucas peças para funcionar se tornem mais efetivos, também poderia tirar outros do formato por favorecer a presença dos hates na mão incial.


Acompanhe-nos nas redes sociais:

Biblioteca da Rô : Facebook  | Instagram | Skoob Twitter Youtube
Aquela Geek: Facebook | Instagram | Twitter Youtube




Renan Castro
Colaborador do Aquela Geek.
Engenheiro Cartógrafo fã de jogos de estratégia e cultura pop.

You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook